Última atualização 16 abril, 2020

Fibra Ótica

Com a invenção da internet, no final dos anos 80, o mundo mudou completamente. As distâncias parecem ter diminuído, a comunicação ficou mais fácil e o nosso modo de viver nunca mais será o mesmo.

Surge a fibra ótica

Então, com tecnologias novas surgindo todos os dias, nada mais justo do que transformar também o jeito que a internet é fornecida. Afinal de tudo, foi ela a responsável por mudar o mundo para melhor. Pela primeira vez no Brasil, estamos dando um novo passo em direção ao futuro e finalmente substituindo a internet de fios de cobre, também chamada de DSL, por uma não tão nova tecnologia, a fibra ótica.

Ela foi criada há cerca de 60 anos, mas este movimento tem surgido com muita força nos últimos anos. Porém na grande maioria dos países desenvolvidos, a fibra ótica já foi instalada em todos os tipos de lugares há vários anos.

Mas afinal, como ela funciona?

A fibra em si consiste de três partes: um tubo minúsculo de vidro, da espessura de um fio de cabelo, um revestimento e, por fim, uma camada de plástico. Os dados são convertidos em luz. Quando o feixe de luz passa por um certo ângulo dentro da fibra, ela consegue ser refletida por toda a extensão do feixe. Há dois tipos diferentes: o monomodo (por laser) e o multimodo (por LED).

O monomodo só recebe um tipo de sinal, enquanto o multimodo pode refletir várias cores ao mesmo tempo, uma não afetando a outra. Porém, o último não aguenta longas distâncias, suportando no máximo só trezentos metros. Já o monomodo pode se alongar e viajar grandes distâncias. Normalmente o que se tem em casa é o multimodo.

Vantagens e desvantagens

Diferente da internet por fios de cobre, a fibra ótica suporta muito mais informação. Por exemplo:

  • enquanto os fios de cobre chegam a transportar 1 MB/s
  • a fibra ótica transporta mil vezes esta quantidade
  • no mesmo espaço de tempo

No momento, as empresas que transmitem internet via fibra ótica ainda não exploram toda a sua capacidade, mas conforme ela se populariza, a tendência é a velocidade, assim como outros fatores, só melhorar.

Os custos de reparo ficarão mais baixos, assim como os custos de instalação. O mercado ficará cada vez mais preparado para lidar com esta nova tecnologia e mais e mais empresas a adotarão. Ela é também mais estável, já que os fios de cobre podem sofrer alterações por causa de fatores como a temperatura.

Já os fios de vidro, com suas espessuras diminutas, ocupam muito menos espaço e sofrem menos interferências. Por ser um sinal eletromagnético, o cobre pode ter seu sinal muito mais facilmente interrompido. Sem falar no material, chamado sílica, que é muito mais abundante na natureza do que o cobre.

Desvantagens

Porém há também suas desvantagens. No momento, a fibra ótica é mais cara do que o meio convencional, devido a não ser ainda muito difundida. O custo de fabricá-la é menor, porém o que pesa no bolso é a instalação, que precisa ser feita por um técnico. Há também o risco da fibra se quebrar, o que causa interferência no sinal.

👉 Teste de Velocidade 👈

Suas perguntas, opiniões ou comentários aqui 👇

👉 Teste de Velocidade 👈